Portal Capital: Após o “boom”, coworkings buscam diferentes espaços no mercado

O aumento do número de coworkings no Brasil mostra como este serviço caiu nas graças do mercado. Os vários tipos de espaços que surgiram se adequam às demandas de nichos diferentes e o conceito de escritórios compartilhados foi ampliado para outras áreas, como educação, saúde, inovação, alimentação e mercado de inovação, por exemplo.

Atualmente, existem cerca de 1.194 coworkings no país, segundo dados do último Censo Brasileiro de Coworkings, divulgado em 2018. Quando essa tendência começou, há cinco anos, haviam aproximadamente 238 escritórios desta natureza no Brasil, de acordo com a primeira edição do mesmo estudo. A expansão tão grande do nicho fez com que os coworkings se diferenciassem, e vários tipos de serviço surgissem.

Fechar Menu