ESTADÃO | PME: Coworkings veem no trabalho flexível oportunidade de retomada.

Funcionários em home office, profissionais liberais sem trabalho, corte de custos nas empresas, entrega de salas comerciais. A avalanche de fatos, decorrentes da pandemia, caiu em cheio sobre o mercado de coworkings. Mas, mais rápida do que esperava o próprio setor, a reestruturação vem se desenhando com interesse de empresas maiores por escritórios compartilhados e trabalho híbrido, flexibilidade para ajustar planos às necessidades dos clientes, parcerias entre redes e inovação tecnológica.

O Co.W Coworking abriu, nas unidades Berrini e Vila Olímpia, espaços com o Estúdio MCI, empresa internacional especializada em experiências digitais no mundo corporativo. Equipamentos e infraestrutura permitem a realização de lives e até apresentações com realidade virtual.